O Facebook é a rede social mais popular do Brasil. Dados fornecidos pela própria empresa mostram que, em junho deste ano, a empresa alcançou a marca 108 milhões de usuários ativos – um número que chega perto do total de brasileiros com acesso à internet.

Mesmo que, à primeira vista, a rede não pareça o ambiente mais profissional de todos, é inegável que a chance de seus potenciais clientes possuírem um perfil ativo na rede é muito grande.

Além do mais, o Facebook vem aprimorando cada vez mais as ferramentas disponíveis para o marketing corporativo e, hoje, existem ferramentas muito interessantes que podem impulsionar a interação com a página da sua empresa e que são uma mão na roda para estratégias de marketing. Se a sua empresa ainda não usa a rede como captadora de clientes, pode ser hora de rever sua estratégia!

Confira a lista que preparamos com algumas das mais interessantes – incluindo novidades que ainda estão surgindo, para você ficar de olho.

1. Botões call-to-action

Já reparou que, ao lado de um anúncio criado no Facebook, ou bem perto da foto de capa da página, há sempre um botão oferecendo alguma ação? Esse botão, chamado call-to-action, é personalizável e usá-lo da forma correta pode render resultados incríveis.

Direcionando a interação do usuário, o botão aumenta as chances de o esforço em marketing atingir o resultado esperado. Para empresas que possuem comércio virtual, por exemplo, existe a opção “comprar agora”. Há, também, opções como “usar aplicativo”, que permitem que o usuário acesse de forma rápida ao produto de interesse., ou o “cadastre-se agora”, feitas para gerar engajamento e gerar oportunidades de negócio.

fb1

No caso de anúncios, as opções são “curtir página”, “enviar mensagem” ou “clique no site” – esse último caso, a melhor opção para ofertas de conteúdo.

Assim, a presença nas redes sociais se torna ainda mais um facilitador de interação. Principalmente se considerarmos o aumento do uso do Facebook via mobile, praticidade é sempre um diferencial!

2. Anúncios personalizados

E falando em anúncios, a plataforma de criação de anúncios no Facebook é bem completa. Isso porque o site consegue, por meio da informação que tem dos usuários, oferecer opções de segmentação bem específicas. Estamos falando não só de sexo, idade e localização geográfica: é possível direcionar anúncios por área de atuação profissional, cargo, conexões e interesses pessoais dos mais diversos.

Além do mais, hoje em dia, os anúncios podem ser inseridos no fluxo de navegação do feed de notícias, com o mesmo destaque que uma postagem de usuário ganha. Por fim, com a ferramenta também é possível acompanhar e medir os resultados da ação de forma bastante simples.

3. Chatbots

Lançada em abril deste ano, a funcionalidade permite que páginas criem um robô para conversar com seus clientes. Embora ainda incipiente – muita gente critica bastante a habilidade conversacional da tecnologia – a ferramenta está disponível em código aberto e já existem empresas fazendo uso da função.

É possível tanto obter informações como fazer compras usando o chat – e, por consequência, o aplicativo messenger. Curioso? Experimente testar alguns dos bots de Facebook mais famosos, como o Alex, da Wikipedia, o pioneiro bot da CNN e, representando os brasileiros, o Motoboy.com, mais voltado para serviços comerciais, agilizando pedidos de entrega da empresa. Mesmo que eles ainda não tenham se estabelecido como a nova forma de interagir com empresas na internet, é uma tendência para ficar de olho!